Dermatite solar: Sintomas, causas e como tratar

Article Read Duration 5 minuto(s) de leitura

A dermatite solar provoca o surgimento de incha?os vermelhos que d?o coceira mesmo após exposi??es ao sol moderadas. Siga essas dicas para tratar a dermatite solar:

• Evite se expor ao sol entre 11h e 16h.
• Use um chapéu, óculos de sol e uma camiseta de manga comprida.
• Aplique protetores solares de FPS 50+ de amplo espectro.
• Certifique-se de que o protetor solar protege contra os raios UVA longos.
• Opte por protetores solares desenvolvidos para pele sensível e com tendência a alergias.

O QUE É A DERMATITE SOLAR?

A dermatite solar é um termo usado para descrever as condições nas quais a pele desenvolve uma irritação após a exposição ao sol. Os médicos ainda não entendem totalmente as causas da dermatite solar, mas acredita-se que a luz UV modifica uma substância na pele, que provoca uma reação do sistema imunológico, fazendo com que a pele fique inflamada (vermelha, irritada, com coceira ou bolhas).

A forma mais comum de dermatite solar é, sem dúvida, a erupção polimórfica solar (PLE). Um subgrupo menos drástico de erupção polimórfica solar é conhecido como erupção benigna ao sol do verão (BSLE). Apesar do nome, ela nem sempre ocorre nos meses de verão. Uma ida à estação de esqui, uma refeição feita em mesas ao ar livre na primavera ou - em pessoas muito sensíveis - exposição à luz pela janela podem desencadear o surgimento de pequenas manchas vermelhas e levemente salientes.

Continue lendo para saber mais detalhes sobre os sintomas da dermatite solar, os diferentes tipos de alergia ao sol para ficar de olho e, principalmente, como tratá-la! Alerta de spoiler: O segredo é saber qual protetor solar usar.

SINTOMAS DA
DERMATITE SOLAR

Qual o aspecto de uma irrita??o de dermatite solar?

A dermatite solar geralmente se refere a uma condi??o conhecida como erup??o polimórfica solar. “ Polimórfica ”quer dizer algo que surge em muitas formas. Isso significa que existem diversos tipos diferentes de irrita??o da dermatite solar:

  • A manifesta??o mais comum surge na forma de grupos de pequenas manchas vermelhas que co?am. Elas costumam aparecer na área do decote, nos ombros, nos bra?os e nas pernas, além do dorso do pé. O rosto n?o costuma ser afetado. Geralmente, essas manchinhas aparecem 12 horas após a exposi??o.
  • Algumas pessoas ficam com bolhas que mais tarde formam áreas vermelhas ressecadas (semelhante à dermatite atópica).
  • As manchas vermelhas também podem surgir, embora menos comum, na forma de "alvos de tiro"2.

QUAIS AS CAUSAS
DA DERMATITE SOLAR?

Por que eu fico com irritação no verão?

A dermatite solar ou erupção polimórfica solar é causada pela exposição à luz do sol, principalmente pelos raios UVA.

Quem tem dermatite solar?

A erupção polimórfica solar afeta cerca de 10% da população. Ela é mais comum em:

  • Mulheres entre 15 e 35 anos, embora a dermatite solar possa aparecer em qualquer pessoa.
  • Pessoas de pele clara, mas pessoas com fototipos (tons de pele) mais escuros também podem ter.
  • Pessoas que vivem em regiões menos ensolaradas.

Causas de dermatite solar que podem ser evitadas

Alguns remédios como antibióticos tetraciclinas podem provocar dermatite solar. Alguns casos de alergia ao sol são causados pelo contato da pele com algumas substâncias antes da exposição ao sol; os culpados incluem fragrâncias e até mesmo suco de limão. Os médicos inclusive inventaram o termo “irritação Margarita” para a dermatite solar causada por limão! Mas a principal causa da dermatite solar é o próprio sol, principalmente os raios UVA. Por isso, o protetor solar certo deve estar no centro de qualquer tratamento. Continue lendo para mais detalhes...

TRATAMENTO PARA DERMATITE SOLAR

A prote??o solar é o caminho mais eficaz

A principal forma de tratar a dermatite solar come?a com a preven??o. Ou seja, limitar a exposi??o ao sol com hábitos inteligentes de prote??o e o filtro solar certo para a dermatite solar. Para evitar o surgimento da alergia ao sol, siga essas dicas simples:

  • Evite se expor ao sol entre 11h e 16h.
  • Use roupas protetoras como chapéu, óculos de sol, camisetas de manga comprida, entre outros.
  • Aplique cremes de prote??o solar com alto fator de prote??o (FPS 50+) e prote??o de amplo espectro contra raios UVB e UVA.
  • Certifique-se de que o protetor solar também protege contra os raios UVA longos (n?o s?o todos que oferecem!).
  • Opte por um protetor solar desenvolvido para pele sensível, reativa e com tendência a alergias para evitar rea??es.
  • Reaplique o filtro solar adequado a cada duas horas.

POR QUE NÃO SERVE QUALQUER
PROTETOR SOLAR

Qual protetor solar devo usar para dermatite solar?

Se você sofre de qualquer forma de dermatite solar, é preciso saber escolher o protetor certo. A La Roche-Posay, marca parceira dos dermatologistas, desenvolve produtos de cuidado contra o sol específicos para as pessoas com problemas de pele como dermatite solar.

Alguns dermatologistas sugerem que suplementos alimentares que contêm betacaroteno, nicotinamida (vitamina B3), selênio e probióticos podem ajudar a diminuir o surgimento de erupção polimórfica solar. Eles devem ser consumidos pelo período de um mês antes do início à exposição solar e durante toda a exposição.

Tratamentos médicos para erupção polimórfica solar

Após o surgimento da dermatite solar, evite novas exposições ao sol ao máximo e use protetor solar rigorosamente. Com a proteção certa, a irritação deverá desaparecer sozinha em algumas semanas. Se a sua reação à luz solar for muito incômoda, considere consultar um médico ou dermatologista para conversar sobre as opções de tratamento.

Para uma irritação muito dolorida ou com muita coceira, o médico pode recomendar um creme de corticosteroide. Ele deve ser aplicado moderadamente e somente com recomendação médica. Jamais use corticosteroides se você não estiver com irritação.

Existem diversos medicamentos que podem ser receitados para tratar os sintomas de grandes erupções solares. Entre eles estão hidroxicloroquina, um remédio para tratamento de malária, ciclos curtos de esteroide oral e outros medicamentos sem esteroide como azatioprina.

Outro tratamento que pode ajudar a diminuir o surgimento da dermatite é fototerapia com acompanhamento médico. Ela funciona ao expor a pele a doses controladas de radiação UV para "dessensibilizar" a pele. O tratamento é realizado 3 vezes por semana durante 4 a 6 semanas, geralmente na primavera. No entanto, é importante destacar que muitos profissionais da área médica evitam realizar esse tratamento, pois ele agrava a exposição aos raios UV durante a vida, o que pode aumentar o risco de desenvolvimento do câncer de pele.

Todos esses tratamentos são indicados somente para os casos mais graves e devem ser realizados com acompanhamento médico.

A boa notícia é que a dermatite solar, embora desconfortável e incômoda, geralmente desaparece com o uso de protetores solares certos e não deixará cicatrizes ou danos permanentes.

1Hawk, J. (2004). Benign summer light eruption and polymorphic light eruption: genetic and functional studies suggest that a revised nomenclature is required. Journal of Cosmetic Dermatology, 3(3), 173-175.

2https://www.nhs.uk/conditions/polymorphic-light-eruption/

VERDADEIRO
OU FALSO

ROUPAS ESCURAS S?O
MAIS ADEQUADAS PARA O SOL.

VERDADEIRO verdadeiro ou falso

De fato, cores escuras e intensas como preto, azul-marinho, vermelho ou verde-esmeralda proporcionam mais prote??o contra os raios UV do que os tons de branco e pastéis. Ent?o n?o deixe de incluir na sua mala alguns itens de roupas escuras na próxima viagem de férias!

AS CRIAN?AS S?O MAIS
VULNERáVEIS AO SOL.

VERDADEIRO verdadeiro ou falso

A prote??o contra o sol é de extrema importancia para as crian?as, principalmente quando sabemos que 50% a 80% dos danos relacionados aos raios UV ocorrem antes dos 20 anos - e que 1 a cada 55 pessoas nascidas em 2008 desenvolverá melanoma em algum momento. Mas esse risco pode ser reduzido drasticamente com a prote??o adequada.

O SOL FAZ BEM
PARA AS CRIAN?AS.

FALSO verdadeiro ou falso

A pele de crianças é especialmente vulnerável aos efeitos nocivos do sol. É por isso que pediatras e dermatologistas concordam que bebês e crianças de até 3 anos não devem ser expostos diretamente ao sol em nenhuma circunstância. Após essa idade, certifique-se de usar protetor solar UVA-UVB de amplo espectro e proteção.
Questões

VOCê
SABIA?

brand-site

PARA EVITAR REAÇÕES DE FOTOSSENSIBILIZAÇÕES OS
DERMATOLOGISTAS RECOMENDAM QUE NÃO SE USE PERFUMES EM DIA DE MUITO SOL

NOSSOS COMPROMISSOS
COM A SEGURAN?A

Padr?es de seguran?a além dos regulamentos internacionais de cosméticos.

simple page

TODOS OS PRODUTOS
TESTADOS PARA ALERGIA

Ver mais
Um pré-requisito = Nenhuma rea??o alérgica
Se percebemos um único caso, voltamos para o laboratório e refazemos a fórmula
simple-page

APENAS O ESSENCIAL,
NA DOSE ATIVA CERTA

Ver mais
Desenvolvidos em colabora??o com dermatologistas e toxicologistas, nossos produtos contêm apenas os ingredientes necessários, na dose ativa certa.
safety

TESTADO
EM PELES
 MUITO SENSíVEIS

Ver mais
A tolerancia de nossos produtos é testada nas peles mais sensíveis: reativa, alérgica, com tendência à acne, atópica, com danos ou enfraquecida por tratamentos contra o cancer.
Simple-page

PROTE??O DA FóRMULA
AO LONGO DO TEMPO

Ver mais
Nós selecionamos as embalagens que mais protegem apenas com os conservantes necessários para garantir uma tolerancia e eficácia perfeitas ao longo do tempo.

SAIBA MAIS SOBRE
PROTE??O SOLAR

placeholder POR QUE O PROTETOR SOLAR É IMPORTANTE?
Venha conferir
placeholder AS REGRAS DE OURO
DA PROTE??O SOLAR
Venha conferir